27 junho 2015

Affonso Manta, poeta: masoquista light

Para o deleite dos leitores já postei aqui uns versos irreverentes do poeta baiano Affonso Manta para mostrar a vocês que a boa poesia baiana vai muito além do consagrado Castro Alves. Pesquisando achei estes outros versos de Manta que são também uma delícia. Bon appétit.
Pisciana
Celeste é meio indócil, mas serena.
De gênio calmo. Mas de amor fogoso.
Ela me dá felicidade plena
E surra de cipó de fedegoso.
(Publicado originalmente em 16 de outubro de 2013)