31 maio 2016

Farofeiros unidos jamais serão vencidos

 Quem pensa que farinha e farofa são privilégios das baianas gentes, engana-se em muito. A farofa é uma instituição nacional sempre presente na vida dos brasileiros mais brasileiros. Com tantos entreguistas fazendo de tudo para dar de bandeja nosso ouro negro aos gringos, tem ficado difícil bradar que o petróleo é nosso, mas ainda nos resta gritar bem alto que a farofa é nossa. Em suas diversas variedades, ela nos acompanha, constante e fiel, nos eventos mais importantes de nossa auriverde existência. Essa ilustração aí de cima é uma reprodução de parte de um grande painel que pintei com tinta acrílica e que me divertiu muitíssimo ter pintado, pois a farofa, fiel leitor, é tudo aquilo que já disse e muito mais. A farofa, em verdade, é universal, inúmeros filmes do neorrealismo mostram famílias italianas farofando na maior felicidade do mundo, uma felicidade que só os farofeiros podem experimentar em toda sua plenitude. Vivam esses grandes felizardos, os farofeiros, sejam italianos, argentinos, brazucas! Viva a farofa! E antes que as malignas gentes queiram também entregar nossa farofa a quem não a merece, farofeiros do Brasil e de todo o mundo, uni-vos!
(Publicado originalmente em 10/05/10)