21 outubro 2013

Google e Vinicius de Moraes

Vinicius de Moraes é pessoa assaz amada por todos os brasileiros, euzinho incluído nesta multidão. Ao enveredar pela música como compositor popular, atingiu grande  consagração não só no Brasil. Músicas suas são conhecidas de muitos viventes nos quatro cantos do mundo, e se o mundo é redondo, ainda assim tem de fato, seus vários cantos tais como célebres canções do amado Poetinha, como a consagradíssima Garota de Ipanema que ele criou em parceria com o maestro Tom Jobim. Se seu trabalho de compositor é tão reconhecido e afamado, não devemos jamais esquecer que Vinicius é um poeta maior, de versos inspirados e inolvidáveis, sempre tendo por mote o amor incondicional e verdadeiro pela mulher. Na data que marcou o centenário de seu nascimento, dia 19 de outubro, sexta-feira passada, muitas homenagens foram feitas para nosso amado Vinicius. Entre elas vale registrar esta bela homenagem feita pela Google. 

Mulher de Peixes no Horóscopo de Vinicius de Moraes

Mulher de Peixe...peixe é
Em águas paradas não dá pé
Porque desliza como a enguia
Sempre que entra numa fria.
Na superfície é sinhazinha
E festiva como a sardinha
Mas quando fisga um namorado
Ele está frito, escabechado.
É uma mulher tão envolvente
Que na questão do Paraíso
Há quem suspeite seriamente
Que ela era a mulher e a serpente.
Seu Id: aparentar juízo
Seu ego: a omissão, o orgulho
Sua pedra astral: a ametista
Seu bem: nunca ser bagulho
Sua cor: o amarelo brilhante
Seu fim: dar sempre na vista.

20 outubro 2013

Mulher de Virgem no Horóscopo de Vinicius de Moraes


Se Florence Nightgale era Virgem
Não sei...mas o mal é de origem.
A mulher de Virgem aceita a amante
Isto é: desde que não a suplante.
Sexo de consumo, pães-de-minuto
Nada disso lhe há de faltar
O condomínio é absoluto
A Virgem é mulher do lar.
Opala, safira, turquesa
São suas pedras astrais
Na cuca, muita esperteza
Na existência, muita paz.

18 outubro 2013

Laerte, um cartunista de calçola


Fico sabendo pelas gazetas e pela Net que o cartunista Laerte se confessa inveterado, contumaz e renitente adepto do uso de femininas vestes e que sendo assim e assim sendo, preconiza aos quatro ventos as delícias de ser um crossdresser, nome que batiza a atitude de quem, sendo de um sexo sente-se bem vestindo roupas consideradas de uso do sexo oposto. Sou um fã incondicional do seu trabalho, cartuns, tiras e HQs. Acho uma fortuna ter podido ver originais dele quando estive no Salão de Humor de Teresina a convite de meus amigos Kenard Kruel e Albert Piauí alguns lustros se vão. Não conheço pessoalmente o Laerte. E isto se deve ao fato dele não ter permitido que isto acontecesse quando me dirigi a ele, também convidado do mesmo Salão. O cara não me deu espaço, negou-me um mínimo de aproximação. Tratou-me com frio desinteresse, secura inequívoca, imensa falta de polidez, com evidente irritação. Saí daquele frustrado encontro achando-o neurótico e um chato de galochas. Talvez ele não estivesse num bom momento. Ou quem sabe a intuição dele tenha lhe soprado nos ouvidos que eu, sim, era um chato galochante a ser mantido a uma distância segura. Não misturo as coisas e não guardo mágoa, já me bastam neuroses outras em minh'alma. O trabalho dele considero um dos melhores que já vi, tanto no traço quanto nas idéias. O mesmo se dá com outro cartunista, Ziraldo, que é um profissional consagrado e admirado por todos. No entanto certo dia vi o pai do Menino Maluquinho na telinha todo paramentado com seus habituais coletes em uma entrevista com Leda Nagle e ele desferiu inesperadamente algumas bombas preconceituosas ao vivo e a cores contra as afrogentes desta terra de Jorge Amado - e não foi no varejo, foi no atacado mesmo. Afirmou que o baiano é, por natureza, um falso e insidioso. Tão estupefato fiquei que fiz aqui uma postagem sobre o lance. Já Laerte, nunca o vi dizer coisas tão equivocadas como disse Ziraldo, que se traja de maneira política e geriatricamente correta com seus vistosos coletes podendo desfilar em qualquer ambiente familiar. Não serei eu a barrar o Laerte em nenhum espaço se ele aparecer envergando uma evasê rosa- choque ou qualquer outra almodovarivana cor. Isto não fere a honra e o amor próprio de nenhum grupo de pessoas ao derredor. Se o sujeito sente-se bem usando calçolas de babados, se a namorada do cara o acha sexy assim, isto é lá com ele e com ela. Entre as atitudes de Laerte e as do cartunista de colete com suas declarações deploráveis, fico com o criador dos Piratas do Tietê. Com calçola e tudo.

13 outubro 2013

Cedraz e Xaxado brilhando na Feira de Literatura Infantil no Itaigara

Meu amigo, o premiadíssimo cartunista Cedraz, sempre buscando divulgar seus personagens, revistas e livros e de quebra conversar em pessoa com os admiradores de seu belo trabalho, estará presente, belo e formoso, ao vivo e a cores, na Feira de Literatura Infantil que irá agitar o Shopping Itaigara, nesta afrourbe. Passarei lá em busca do autógrafo desse mestre tão querido de todos.
Repasso aqui o texto que recebi dando maiores detalhes sobre o evento.
  1ª Feira de Autores de Literatura Infantil
De 14 a 26 de outubro, das 9h às 21h, a imaginação vai correr solta no Shopping Itaigara, que traz uma programação dedicada ao público infantil e infanto-juvenil. Como parte das comemorações do mês das crianças será realizado o Tabuleiro das Letrinhas da Bahia - 1ª Feira de Autores de Literatura Infantil, na Praça de Eventos, que terá como maior atrativo a presença dos próprios autores, interagindo com a garotada. Além de divertir, a feira tem o objetivo de incentivar o interesse pela literatura e divulgar autores baianos e suas obras voltadas para esta faixa etária.
Os autores se revezarão a cada dia e, sempre a partir das 16h haverá um deles no local para participar de atividades como contação de histórias, brincadeiras, bate-papos e músicas dentre outras. A ação é realizada em parceria com a escritora Silvia Popoff, educadora, poetisa e autora de vários títulos para o público infantojuvenil.
Dentre os escritores que estarão participando com obras em exposição e também presencialmente estão nomes como Antonio Cedraz, Cristina D’Ávila, Fabiana Barros, Iray Galrão, Liris Letieres, Lucas Yuri, Nadja Nunes, Odívia Barros e a própria Sandra Popoff. Os livros expostos também estarão à venda com preços promocionais.
Divulguem!
 Antonio Cedraz – Turma do Xaxado
www.xaxado.com.br
https://www.facebook.com/antonio.cedraz
http://livrosxaxado.blogspot.com.br/

06 outubro 2013

Prezados Senhores da Google: quero ter o direito de me desligar do Google+

Caros Senhores da Google:
Mantenho este blog há quase sete anos e muito sou agradecido à Google por colocar ao meu dispor todos os mais modernos recursos informáticos para que eu possa manter este espaço em que busco mostrar um pouco dos meus desenhos, pinturas e textos. A Google me proporcionou sempre o prazer de me manter conectado com pessoas de várias partes do mundo, o que é fantástico. Entretanto, tenho um pedido a fazer aos senhores. Há algum tempo atendi um pedido da Google para me conectar ao Google+. Em breve tempo percebi que o Google+ impõe algumas normas que não são do meu interesse. Uma delas é que a partir do Google+ se um seguidor do meu blog quiser me enviar um comentário sobre qualquer postagem ele não poderá fazê-lo, a menos que aceite ter um perfil no Google+. Tal imposição não é coisa admissível, lembra a política nociva das Operadoras de Telefonia aqui do Brasil que sempre tentam impor para o consumidor algo que chamam de "fidelização" que nós, brasileiros, não gostamos nem um pouco. Obrigar pessoas a fazer o que não desejam não é coisa democrática, concordam? Outra coisa: antes do Google+, através do Blogger no painel do meu blog aparecia a opção "comentários", tendo as opções "comentários publicados" e "comentários aguardando moderação", o que era fundamental já que meu controle era total sobre os comentários. Eu era avisado pelo próprio blog, podia ler e permitir ou não os comentários. Há outras coisas que me desagradam mas paro por aqui. Penei muito para tentar me desligar do Google+ como desejava. E mesmo me desligando nada voltou a ser como antes. Meus amigos continuam sem o direito de comentar e em meu painel não voltou a opção "comentários", logo abaixo de páginas, bem visível, com meu total acesso sem interferência do Google+. Há longo tempo tento solucionar isto, tentei Fóruns, tentei o Google Feedback, tentei outros caminhos e nada. Mesmo sem ter mais o perfil no Google+ não fui atendido e as coisas continuam como antes. Faço agora esta tentativa através do meu próprio blog, como derradeiro recurso. Reconheço que os Senhores aí da Google buscam melhorar sempre a vida dos seus seguidores e investem milhões de dólares tentando criar coisas como o Google+ e para isso, pagam regiamente altos executivos do setor e contratam os mais criativos webdesigners e ainda um mundo de profissionais competentes. Ainda assim, as pessoas podem gostar ou não do que os Senhores criam e eu não gostei nada da forma como o Google+ nos é colocada. Acima de tudo, a liberdade de opção deve ser mantida. Peço aos Senhores apenas que me atendam e me desliguem de fato do Google+, que me permitam ter o painel do blog como era antes, na época do Blogger, sem submissão aos critérios do Google+, permitindo assim que meus seguidores possam postar comentários às minhas postagens sem que para isso se vejam coagidos a se filiarem ao Google+. Se tiverem que fazê-lo que seja por suas vontades próprias já que a liberdade de decidir deve estar sempre acima de tudo. Espero muito breve postar aqui neste mesmo espaço meus agradecimentos à Google com a qual, excluindo-se o Google+, estou muito satisfeito.. Saudações cordiais aos Senhores.

02 outubro 2013

Valtério e Setúbal fazendo caricaturas no FHUBÁ


O Fhubá - Festival de Humor da Bahia - rolou nos dias 31 de Março e 1° de Abril do anno domini de 2012. O evento é fruto da inventividade do trio de ouro formado por Fernando Guerreiro, Andrezão Simões e Jonga Cunha, tendo a curadoria ficado a cargo do competente Nivaldo Lariú. Cartunistas baianos, que fazem do humor sua  matéria-prima precípua, foram convidados e aceitaram participar com uma mostra de seus desenhos no foyer do Teatro Castro Alves. Entre estes cartunistas estávamos lá, eu e Valtério, parceiros de longa data. De quebra nós dois ficamos fazendo caricaturas ao vivo da galera presente. Se você me perguntar por que só agora estou falando nisto, mister faz que eu lhe informe que só recentemente recebi estas fotos que mostram nossa participação no Fhubá. Elas foram tiradas por Vera, dublê de esposa e empresária de Valtério, e me chegaram às mãos copiadas em papel de ótima qualidade, vez que, talqualmente Vera, Valtério é um cara  educadíssimo, atencioso com os amigos e capricha nestes pormenores. Aí você, atilado leitor, me pergunta por que cargas d'água ele não as enviou para mim via Net na época do evento preferindo entregar pessoalmente? Acontece que meu bom amigo Valtério só acredita em fotos copiadas em papel, fotos que possa pegar, cheirar, lamber, rasgar, colocar em álbuns ou atirar na cesta do lixo, sendo ele convicto de que este negócio de Informática é coisa vinda dos mais abissais infernos, que quem inventou a Internet certamente foi um filho bastardo do caramunhão, que Bill Gates é um grandisíssimo sun of a bitch, um tremendo asshole e um motherfucker da zorra, que Steve Jobs já morreu tarde, que, ao invés das Torres Gêmeas, Bin Laden deveria é ter explodido o prédio da Apple, que ele não será uma nova Carolina Dieckmann, que quem tem sites e blogs ou usa Facebook, Twitter, Orkut só pode ser uma pessoa não muito chegada ao trabalho. Como isto aqui é um país levemente democrático, ninguém pode censurá-lo. Quanto às fotos, ao serem por mim escaneadas, perderam um pouquinho da qualidade, compreensivelmente, mas o que importa é que graças ao sempre mui educado, polido e atencioso Valtério elas aí estão registrando nossa subida participação e ainda a presença de Cau Gomez, um dos cartunistas-expositores, neste Fhubá que seguramente é o primeiro de muitos que virão para alegrar mais ainda nossa Soterópolis.
P.S. Como o texto acima é uma republicação, mister se faz que eu registre aqui que o comportamento anti-informático do lépido Valtério Sales caminha a passos largos para ser coisa do pretérito, vez que ele, depois de muito refletir, atualmente dispende várias horas de seu dia dedilhando teclados de notebooks e laptops, em busca do infotempo perdido, sendo que o mais nobre filho de Ruy Barbosa City já tem até um perfil no Facebook onde nos brinda com sua bela estampa de Adonis sertanejo e de quebra nos mostra seus trabalhos de Mestre das Artes.

Hillary Clinton, Barack Obama e Sarkozy vistos por Rodney Pike

Mais alguns caricaturas feitas pelo magistral Rodney Pike. Esta aí do Obama e da Hillary Clinton vistos em dias futuros em singela cena doméstica sentados pacatamente em um antigo sofá, ela tomando um chazinho e ele com um cigarro consumindo-se em cinzas no canto da boca, está um barato. E esse Sarkozy travestido de Napoleão Bonaparte, com direito à mão enfiada colete, está mesmo um primor. Great, great Rodney. Boa, cara!