26 julho 2013

Cartunistas, Rio de Janeiro, Fiocruz

Muita calma nessa hora, mulherada varonil do meu Brasil. Contenham-se, gentis moçoilas, por favor. Convém alertá-las para o seu próprio bem que na foto acima o irresistível bonitão à esquerda  não é o  galã Antonio Banderas em visita ao Brasil. Sou eu mesmo, euzinho em pleno auge da minha máscula beleza e elegância ímpar, ao lado de cartunistas de reconhecido talento no Brasil e adjacências. Antes que me perguntem se esse com seu belo moustache, a minha esquerda é o mui misteriosamente volatilizado cantante e compositante Belchior, vou logo explicando que se trata do piramidal desenhante Biratan. E, olha só que elenco formidável: Duayer, Schröder, Mayrink e Ronaldo, todos nós juntos num encontro promovido pela Fiocruz em 93, onde tive o prazer de conhecer pessoalmente e bater um divertido papo com o genial Loredano, figura finíssima, do qual sou tiete de primeira hora.

24 julho 2013

Paula Zambotti: mulheres caricaturistas existem e mandam bem!

 
De tanto gostar de caricaturas me tornei um profissional. Mas o amor pelos bons trabalhos de caricas segue em mim. Sempre que posso, navego na Net procurando coisas legais. Dia desses achei a Paula Zambotti, que empresta seu traço a esta arte. Em pleno século passado, Nair de Teffé, assinando Rian, causou furor no Brasil com suas caricaturas. Tempos depois, Hilde Weber, vinda da Alemanha ainda adolescente, marcaria presença, botando pra quebrar por 40 anos na imprensa brasileira com suas charges demolidoras. Décadas depois, devagarinho, outras mulheres estão pintando com sua apurada sensibilidade nesse território que foi sempre marcado por hombres. Sejam bem-vindas, meninas. Valeu, Paula Zambotti. Acessem o link e se deliciem com os trabalhos da moçoila: http://paulazambotti.blogspot.com/

16 julho 2013

Valtério, de Ruy Barbosa: artista dos bão, louvado em prosa e verso

Valtério Sales é um cartunista aqui da Bahia que já andou lá pelas bandas do Rio. É um cara bom quando faz caricaturas em papel. E é um arraso nas esculturas em barro, invariavelmente feitas com toques de muito bom humor. Ele é meio avesso à computadores e muito por isso mesmo ainda não tem um site para que vocês possam apreciar os maravilhosos trabalhos que ele esculpe. Tentando correr atrás do tempo informático perdido, Valtério Sales já tem até um perfil no Facebook em que mostra sua fina estampa e a arte que executa com seu enorme talento. Agora torcemos para que providencie um site ou blog para nosso maior deleite. Setubardo, sempre mui inspirado poeta e nosso colaborador, enviou para a redação deste blog um poema saudando o nobre escultor que nasceu na pequena Ruy Barbosa - onde atendia pelo cognome de Vartim de Sinésio - e de lá saiu um dia para brilhar na Oropa, França e Bahia.
********************************
Valtério no caminho das artes 
Evém Valtério
Quem o diz no climatério?
Mal não lhe causa
A andropausa
Vem gaio e gala
Com sua bengala
Vem caminhando o seu caminho
Rebolandinho
Torpes maliciam
Seu rebolar
Quase sutil
Não é frescura
Posto que viril
É só da perna
Leve atrofio.