19 fevereiro 2011

Lá eles! Zeba e Cabral: uma dupla que promete mete mete na Net. Lá eles!

Entonces nossa natureza interior pede e a gente se reune na mesa de um bar na companhia de amigos e, incontinenti, louras geladas vem nos acompanhar. O papo vai ficando cada vez mais solto e todo nosso arsenal interior de besteiras, sandices e babaquices vai sendo liberado cada vez mais despudoradamente. Ainda assim há quem batize isto de "criativos encontros da intelligentsia brasileira". Uma dupla aqui da Bahia, Ari Cabral e Rodrigo Zeba, entende que este encontro informal com clima de mesa de bar ou fundo de quintal com papos sem amarras tem relevância tal que deveria ser socializado e virar programa com direito a àudio e vídeo para todo o planeta. O resultado é um relicário de filosofias vãs, sapiências de orientais desorientados, um amontoado de estultices, apedeutismos, parvoíces, pérolas nada preciosas do pensamento erudito e popular, verdades definitivas em que não se pode confiar nem um pouco, abobrinhas as mais diversas e comentários sobre coisas sem nenhuma importância para os rumos da humanidade. Enfim tudo que costuma pintar quando as pessoas ditas normais, para fugir de um cotidiano pesado, resolvem jogar conversa fora de preferência degustando cervas e destilados diversos. Com a diferença que não há ninguém gravando. Pois Ari e Rodrigo registram tudo para a posteridade com um humor de tom escrachado que rola de maneira informal com cara de desprentensão. Em um país que já viveu vinte longos anos de dura ditadura é fundamental e salutar falar-se de tudo da forma mais democrática e bem humorada possível vez que humor é uma parte indissolúvel do nosso caráter brasileiro. No mais, no território da Net, se vídeos mostrando cenas grotescas e babaquices que a princípio parecem insuperáveis fazem o maior sucesso com direito a milhões de acessos, então nada mais justo do que Ari e Rodrigo colocarem no ar este papo nada cabeça entre amigos, conversas que soem acontecer em nove entre dez mesas de bares ou no quintal de moradias.No vídeo 04 uma definitiva exegese sobre as músicas de duplo sentido. Recomendo a vocês que dêem uma acessadinha no Lá Eles, mesmo não sendo eu próprio uma pessoa lá muito recomendável. Aqui o link: http://www.laeles.com.br/

03 fevereiro 2011

Cau Gomez, caricaturista e ilustrador


Tudo o que é bom merece ser divulgado para que mais e mais pessoas possam ver e admirar o que merece ser visto e admirado. Posto sempre aqui inúmeros trabalhos e links de gente de toda parte do mundo. Mas não posso incorrer no erro de esquecer que aqui mesmo onde vivo, nesta cidade de Salvador, neste estado da Bahia, Brasil, há uma porção de gente talentosa e que tem trabalho respeitado no mundo todo. É o caso do Lage, do Nildão. E também de muitos outros mais, como el dibujante cubaiano Simanca, o caricaturista Gentil e o multimídia Cau Gomez. Deste mostro aqui e agora alguns trabalhos que dão uma ideia de sua competência: Hugo Chávez, Glauber Rocha, Che Guevara e Jacques-Yves Cousteau. Nem precisava que eu os nominasse, mas já  o fiz , sou um cara de excessivos excessos. Vocês poderão ver mais da arte de Cau acessando seu blog. Aqui, brodinhos, vai o link: http://caugomez.blogspot.com