18 outubro 2016

Jayme Cortez: um blog para um grande Mestre


Um dia, ainda bem jovem, Jayme Cortez deixou seu querido Portugal e veio morar no Brasil. Sorte a nossa. Jayme tornou-se uma figura fundamental para toda uma geração de desenhistas brasileiros. Vivíamos de copiar os desenhos feitos pelos artistas americanos, éramos desprovidos de personalidade própria, pouco criávamos de nosso. Cortez nos ensinou o caminho das pedras, o desenho feito a partir de modelos vivos, entre outros ensinamentos fundamentais, como reproduzirmos o que tínhamos em nosso âmago, o que nos caracterizava, nossa essência, nossa gente, coisas, crenças, costumes. Guardo em minha memória coisas maravilhosas como a quadrinização feita por ele de uma majestosa página do nosso cancioneiro popular - como diriam certos locutores - uma canção melodramática, com direito a coração que saltita e fala, envolvida em melodia e letra bonitas, tocantes, graves, fortes, contundentes, chamada Coração Materno, sucesso na estentórea voz de Vicente Celestino. O mestre Cortez enxergou a beleza plástica e cinematográfica ali escondida, que ninguém vislumbrava. Tão significativa é a canção que o cultuado Caetano Veloso a gravou em belíssima interpretação. Jayme foi - e ainda é - Mestre maior de pletoras de desenhistas que, seguindo seus ensinamentos, hoje são amados pelo público. Era versátil, culto, inovador, empreendedor. Se hoje desenhamos mais e melhor devemos muito a este alfacinha maravilhoso que, repetindo o que fizera Carmen Miranda, veio das terras lusitanas para se tornar um artista brasileiro fundamental, visceral, inesquecível.
***Para a imensurável alegria dos admiradores de Jayme Cortez, seu filho, Jayme Cortez Filho, uniu-se a Fabio Moraes e ambos criaram e mantém um belo e diversificado blog como uma justa homenagem a tão amado e admirado Mestre, blog em que se podem ver fotos e trabalhos do cultuado artista. Sendo eu um admirador incondicional de Cortez, envio a Fabio Moraes e a Jayme Cortez Filho os meus agradecimentos pela esplêndida iniciativa. Para acessar o blog, clique: http://www.jaymecortez.blogspot.com/
(31/05/14)